Resumo da Bula

Cães

Classe de Produto

Vacina contra a Cinomose canina, Adenovírus tipo 2, Coronavirose canina,  Parainfluenza, Parvovirose- vírus modificados e vírus mortos, bacterina de Leptospira canicola e L. icterohaemorrhagiae.

 

A vacina NOBIVAC® CANINE 1-DAPPvL2+Cv é uma combinação vacinal que une os benefícios da NOBIVAC® CANINE 1-DAPPvL2 e NOBIVAC® CANINE 1- Cv em apenas uma vacina.

 

NOBIVAC® CANINE 1-DAPPvL2 é uma vacina de vírus vivo modificado, combinada com a bacterina inativada de Leptospira canicola e Leptospira icterohaemorrhagiae para a vacinação de cães saudáveis como auxiliar na prevenção das doenças causadas pelo vírus da cinomose, adenovírus tipo 1 (hepatite), adenovírus tipo 2 (doenças respiratórias), vírus da parainfluenza canina, parvovirose canina e leptospirose. Dados comprovam que o desenvolvimento de opacidade corneal não está associado ao uso deste produto. 


NOBIVAC® CANINE 1- Cv  é uma vacina de vírus morto para a vacinação de cães saudáveis como auxiliar na prevenção das doenças causadas pela infecção por coronavírus canino. O antígeno coronavírus é inativado quimicamente e combinado com um adjuvante desenvolvido para elevar a resposta imune. 

 

Posologia e Modo de Usar

Injetar uma dose (1 mL) via subcutânea ou intramuscular. A dose inicial poderá ser administrada a cães com 6 semanas de idade ou mais. Repetir em intervalos de 2 a 4 semanas até que o cão esteja com 12 semanas de idade. São necessárias no mínimo 2 doses para a imunização primária. É recomendada a revacinação anual com 1 dose.

Agitar o frasco de NOBIVAC® CANINE 1- Cv e transferir seu conteúdo para o frasco de NOBIVAC® CANINE 1-DAPPvL2 de maneira asséptica. Misturar suavemente até que esteja dissolvido. Usar o conteúdo total imediatamente após a reidratação.

Precauções

• Conservar entre 2°C e 8°C. Não congelar.

• Usar agulhas e seringas novas, não desinfetadas com produtos químicos.

• Não misturar com outras vacinas.

• Vacinar somente cães sadios e não parasitados. Toda vacinação deverá ser precedida de minucioso exame clínico feito por Médico Veterinário.

• O uso concomitante com substâncias antimicrobianas ou antiinflamatórias, poderá interferir no desenvolvimento e manutenção da resposta imune após a vacinação.

• Não vacinar cadelas prenhes.

• O uso de produtos biológicos pode provocar reações anafiláticas e/ou outras reações inflamatórias imunomediadas, atribuíveis à ocorrência de hipersensibilidade. Utilizar epinefrina, corticóides e anti-histamínicos como antídotos, dependendo da natureza e severidade da reação.

• A idade na qual os anticorpos maternos para o parvovírus canino deixam de interferir com a imunidade ativa, varia de acordo com os títulos da cadela e a quantidade de anticorpos absorvidos pelo filhote através do colostro.

• Contém gentamicina e timerosal como preservativo.

• Incinerar os frascos vazios e restos de vacina não utilizados.

• Manter fora do alcance de crianças e animais domésticos.

• Venda sob prescrição obrigatória e aplicação sob orientação do Médico Veterinário.